Taj Mahal – “Uma lágrima solitária no rosto do tempo”

Agra, cidade onde está construído o famoso Taj Mahal, que o poeta indiano Tagore definiu como “ uma lágrima solitária… no rosto do tempo” .

Taj Mahal

Mausoléu construído pelo imperador mongol Shahjahan em honra da sua esposa Mumtaz Mahal , que faleceu ao dar a luz ao seu 14º filho . É, sem dúvida, o mais belo e fascinante monumento da Índia e um dos mais visitados do mundo.

Outro angulo do Taj Maal, conhecido como "Monumento ao Amor"

Um verdadeiro conto de fadas!!!  Um fato real que  aconteceu nos idos de 1612, na cidade de Agra, na Índia.

Casa da música vista do patio externo do Taj Mahal

 Não se sabe ao certo quem foi o arquiteto, mas por ordem do rei , reuniram-se na cidade de  Agra as maiores riquezas do mundo. O mármore fino e branco das pedreiras locais, Jade e cristal da China, Turquesa do Tibet, Lápis Lazulis do Afeganistão, Ágatas do Yemen, Safiras do Ceilão, Ametistas da Pérsia, Corais da Arábia Saudita, Quartzo dos Himalaias, Ambar do Oceano Índico… 

Ante tanta beleza temos que sorrir !!!!!!!!!

Devidamente enquadrado num jardim simétrico, tipicamente muçulmano, dividido em quadrados iguais cruzado por um canal ladeado de ciprestes onde se reflete a sua imagem mais imponente. Por dentro, o mausoléu é também impressionante e deslumbrante.

Taj Mahal visto do Forte Vermelho (Red Fort)

Na penumbra, a câmara mortuária está rodeada por finas paredes de mármore incrustado com pedras preciosas que forma uma cortina de milhares de cores. A sonoridade do interior, amplo e elevado é triste e misterioso, como um eco que soa e ressoa sem nunca se deter.

o pátio de entrada

Sobre o edifício surge uma cúpula esplendorosa, que é a coroa do Taj Mahal. Esta é rodeada por quatro cúpulas menores, e nos extremos da plataforma sobressaem quatro torres que foram construídas com uma pequena inclinação, para que em caso de desabamento ou terremoto, nunca caiam sobre o edifício principal.

detalhes da obra artesanal de uma das laterais

Os arabescos exteriores são desenhos muçulmanos de pedras semi preciosas incrustadas no mármore branco, segundo uma técnica Italiana utilizada pelos artesãos hindus. Estas incrustações eram feitas com tamanha precisão que as juntas somente se distinguem à lupa. Uma flor de apenas sete centímetros quadrados pode ter até 60 incrustações distintas.

um dos 4 minaretes que enfeitam as laterais do Taj

O rendilhado das janelas foi trabalhado a partir de blocos de mármore maciço. Durante vinte e dois anos, mais de 20 mil trabalhadores foram empregados na construção.

O colorido dos saris em contraste com o marmore branco do Taj Mahal

Atualmente, o Taj Mahal representa uma das mais belas provas de amor já conhecidas. Além disso, a complexidade de seu traçado arquitetônico coloca esse mausoléu ao lado das mais perfeitas construções já realizadas pelo homem

O jardim é uma atração a parte, magnifico

Milhões de visitantes se dirigem a esse lugar, vindos de todo parte do mundo atraídos pela sua história que parece ter saído das “mil e uma noites” e ficam extasiados ante a sua beleza.

entrada do complexo do Taj Mahal

É de fato uma emoção indescritível visitar esse local que ainda hoje está impregnado com as lembranças dessa história e com as lágrimas solitárias derramadas por esse rei que muito amou. Esse amor  deixou uma marca indelével e sua história será lembrada para sempre

Anúncios

Publicado em 10 de março de 2010, em Índia. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: