Grutas de Ajanta – Testemunhas da história

  AS GRUTAS DE AJANTA

A série de “post” sobre Tesouros da Humanidade,  tem como estrela principal as Grutas de Ajanta

Ajanta é um conjunto de cavernas com pinturas rupestres de inspiração budista, localizadas no estado de Maharashtra na costa central ocidental da Índia. As grutas, remontam ao século II a.C, e são um testemunho sem interrupção da história religiosa do budismo, durante um período de 700 anos.

Meticulosamente, cinzelando pouco a pouco a rocha, os artesãos esculpiram e criaram fantásticas obras de arte não só na rocha vulcânica de basalto, como também nas paredes e tetos.

Em penhascos quase verticais, vê-se uma série de colunas ostentando gravuras maravilhosas, talhadas no granito, indicando as portas de entrada para os Caityas – templos budistas – e os Viharas – mosteiros ou locais de habitação.

As pinturas que cobrem quase todas as paredes são maravilhosas e conservam as cores originais. 

As que se encontram próximas aos santuários representam Buda, enquanto as que se encontram nos vestíbulos principais, descrevem Jakata – contos populares – das vidas passadas.

Podemos perceber extasiados, como os artistas daquela época, absolutamente desconhecidos, utilizando ferramentas rudimentares sabiam capturar as expressões e emoções, reproduzidas nas esculturas e já conheciam a arte de como descrever a perspectiva e a profundidade, em seus trabalhos.

Uma curiosidade é que o formato dessas cavernas são muito similares às catedrais cristãs, com pilares de pedras decorados, tetos em forma de abobadas, vigas de madeira que se cruzam em nervuras, destacando no centro – onde a igreja cristã tem seu altar – uma grande estátua de Buda”.

Nos perguntamos se não foram estas cavernas a fonte de inspiração dos grandes arquitetos da Idade Média. COINCIDENCIA???

Entretanto, no século XVII, o Budismo começou a desaparecer, e lentamente Ajanta foi esquecida. Depois de muitos séculos , as grutas foram redescobertas por um oficial da Companhia das Índias Orientais em 1819.

Intrigado pelo visual de uma formação fora do comum, o seu grupo aventurou-se a descer mais abaixo e descobriram Ajanta. O Governo da Índia, desde então tem envidado esforços para restauração e conservação das grutas , especialmente as pinturas que são deslumbrantes e únicas.

Cascata Chocolate em Ajanta

A descoberta desse tesouro, permitiu que pudéssemos aprender sobre as várias facetas da vida antiga na Índia – desde o traje do povo, o trabalho artístico dos artesãos e as crenças religiosas daquela época até à posição política e econômica dos governantes .

Hoje, as grutas de Ajanta são um dos principais destinos turísticos da Índia e foram declaradas Patrimônio Mundial da Unesco em 1983.

Entrar nesse local é como entrar em uma máquina do tempo, onde os séculos desaparecem e nos sentimos parte da história. 

Anúncios

Publicado em 17 de maio de 2010, em Índia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: