O Santuário dos Annapurnas – Pokhara

Os Annapurnas

A cidade de Pokhara é um dos destinos turísticos mais populares no Nepal . Conhecida pela sua atmosfera tranqüila, pela beleza da paisagem circundante e principalmente porque ai está localizado o acampamento base para os trekkings do Circuito dos Annapurnas, Himalaya.

Campo Base do Annapurna

trekking

circuito Annapurna

Os Annapurnas, nome sânscrito que significa, “deusa das colheitas” é um maciço de montanhas localizado no Nepal, ao norte da cidade de Pokhara. As montanhas mais altas deste maciço são chamadas de Annapurna, seguido de um algarismo romano, numerando-as por ordem decrescente de altitude. O Annapurna I, com 8091m, é a montanha mais alta do maciço; o Annapurna II, com 7937m, é a segunda, e assim sucessivamente.

Annapurna ao amanhecer

trekking, mais ou menos 4.200 mts


O Annapurna I foi a primeira montanha com mais de 8 mil metros a ser escalada na história do alpinismo, no ano de 1950, por uma expedição francesa, liderada por Maurice Herzog e é a décima montanha mais alta do mundo e uma das mais difíceis e perigosas, dentre as montanhas com mais de 8 mil metros.

circuito Annapurna

O circuito Annapurna, leva até 25 dias de caminhada e já foi considerado um dos melhores passeios no mundo apesar da construção de estradas que ameaça a sua reputação e seu futuro como uma trilha clássica.

um dos caminhos para a trilha dos Annapurnas

No entanto, ninguém contesta que o cenário é impressionante e leva você em uma caminhada através de cenários magníficos : rios, flora, fauna e acima de tudo – as montanhas.

Fiz um circuito de duas semanas e foi maravilhoso. Era quase inverno, estava muito frio e a neve super escorregadia. Tinha lugares que andar era um ato heróico, mas o silencio, a beleza, a paz e o branco da neve envolve a todos…….parece que flutuamos nas nuvens e ao mesmo tempo temos os pés bem fincados no chão, pois de outra forma a queda é certa. Difícil, mas uma experiência indescritível, que fica gravada indelevelmente na nossa memória.

O Lago

O lago e as montanhas

Com cerca de 250 mil habitantes (2005) , Pokhara está localizada em uma antiga rota comercial importante entre a China e Índia .
No século 17 era parte do poderoso Reino do Kaski que foi um dos Rajaya Chaubise (24 reinos do Nepal), governado por um ramo da dinastia Shah.
Ainda existem ruínas medievais, dessa época, em muitas montanhas ao redor de Pokhara . 

 

passeio de barco para visitar o Templo Barahi

Navegando para o Templo Barahi

Milhares de turistas visitam a cidade durante todo o ano, e a grande maioria estão lá para fazer o trekking, ou uma caminhada até o acampamento base do Annapurna .

Templo de Mahaastami

Monge Budista

Templo de Bhadra-Kali

O vale, onde está situada a cidade é rodeado por montanhas a partir das quais se descortinam paisagens maravilhosas.

Sarankot

Sarankot

Um dos lugares onde os visitantes têm uma das vistas mais deslumbrantes é na localidade de Sarangkot (1.600 m). Pode-se chegar até lá de carro, ônibus ou moto. Temos uma visão de 360 graus da região e a paisagem é de tirar o fôlego.

Lago Phewua

Outro belo cenário é o Lago Phewa, que sobressai no meio da cidade que cresceu à sua volta,tendo ao fundo os Annapurnas. Ao seu redor encontram-se dezenas de restaurantes, com mesas e cadeiras espalhadas pelos jardins às margens do lago, onde contemplar o por do sol é um dos momentos mágicos que ali vivemos. Muitos turistas se concentram nesse local, para beber a deliciosa cerveja ‘Everest” e conversar sobre as trilhas já feitas e as “a fazer”.

Cena comum nas ruas de Pokara. Fritando "Roti" delicioso bolinho da culinária nepalesa

A perda da importância comercial da cidade foi compensada em razão dela ter se tornado um pólo turístico importante do Nepal . Além disso, Pokhara é uma cidade moderna com muitas atrações turísticas na própria cidade.

Pokhara tendo ao fundo os "Annapurnas"

No antigo centro, no norte da cidade se concentram muitas lojas antigas e armazéns no estilo Newari ,ainda podem ser encontrados.

Teleférico

São várias as formas de conhecer a cidade

A área turística está localizada ao longo da costa norte do lago , e é composta principalmente de pequenas lojas, pequenos hotéis, restaurantes e bares .Os grandes hotéis podem ser encontrados nas regiões do sul e do leste da cidade, de onde pode-se ter uma vista mais privilegiada das montanhas.

Tem vista mais linda?????/

Vila de Ghandrung

Na cidade existem também modernos centros comerciais e muitos templos. Com certeza não podemos sair de Pokhara sem visitar o “Templo Barahi”, localizado em uma ilha no lago Phewa, que é acessível apenas por barcos.

O coloridos dos barcos que levam os visitantes para passeio no Lago

È um passeio delicioso. Barquinhos coloridos levam os visitantes até a ilhota onde se ergue o templo, sempre lotado e ali testemunhamos a devoção desse povo tão especial – o nepalês.

Outro lugar especial para visitar é a “Stupa’ (monumento budista) pela Paz Mundial construído em 1996, em uma colina a cerca de 1.113 m de altura, com vista para o lago , para a cidade e dos picos nevados que circundam a cidade.

Universidade

Faculdade de Ciencias Médicas

Entrada de um dos "Campus"

Pokhara também tem várias instituições educacionais importantes como o Prithivi Narayan Campus, faculdade onde estudam a maioria do nepaleses, cerca de 18 mil  além de várias faculdades e institutos e de outras universidades

Pokhara Devils Fall

Pokhara Devi’s Fall Nepal é outro lugar delicioso , também conhecida localmente como Patale Chhango , é a cachoeira mais fascinante em Pokhara e a primeira do seu tipo no Nepal . Durante a estação das monções (chuvas) o nível das águas de Devi sobe a uma altura impressionante e a turbulência das águas chega até a barreira de segurança construída em torno das quedas.

Mahendra-Cave

Outro lugar misterioso e emocionante para visitar é a “Caverna Mahendra” perto da cidade de Pokara e que os moradores locais chamam de “ Casa dos Morcegos” (Chamero Odaar) onde , claro, se abrigam centenas de morcegos .A caverna é toda decorada com estalagmites e estalactites espetaculares  brilham quando a luz das lanternas incidem sobre elas , um verdadeiro festival de beleza.

International Mountain Museum (Museu Internacional da Montanha)

International Mountain Museum

Museu de História Natural

E claro não poderiam faltar os Museus. Coloquem nas suas agendas: o Museu de História Natural e o Museu Internacional da Montanha são visitas imperdíveis.
O primeiro, é um museu que mostra os estilos de vida e da história dos Gurungs, Thakalis e Tharu e faz parte do projeto da área de Conservação do Annapurna. Borboletas, insetos, pássaros  e animais selvagens são encontrados na região de Annapurna, dentre outros espécimes.

Faculdade de Engenharia e Ciencias

Um dos Laboratórios

O Museu Internacional da Montanha tem varias salas de exposição e as principais são: Hall do Himalaya e Grande Hall do Mundo das Montanhas. Nas salas estão expostos modelos de picos famosos, manequins de alpinistas famosos, equipamentos e materiais utilizados na cultura, montanhismo e estilo de vida dos povos de montanha, a flora e fauna, incluindo a parte geológica.

Rua principal da cidade de Pokhara

 

a Bandeira Nacional do Nepal, a única no mundo que tem esse formato

a flora

Uma curiosidade é que na invasão do Tibet, pela China, milhares de refugiados vieram para o Nepal e se estabeleceram  na Índia, em Darhamsala  e ao redor de Pokhara. Foram  mais de 300 mil pessoas que fugiram do domínio chinês.

Entrada de um dos "Campos de Refugiados" tibetanos, em Pokhara

Monumento Budista no Campo de Refugiados

Em torno de Pokhara há quatro campos, num total de uns 4 mil refugiados. Em todo o Nepal são em torno de  15 mil ainda assim incomparavelmente menos do que os que seguiram o Dalai Lama para a India.

a simplicidade das casas e da vida dos refugiados tibetanos

 

a bandeira do Tibet, hasteada em um dos Campos tendo ao fundo a beleza dos Annapurnas

 

Templo tibetano em um dos Campos de Refugiados

 Os “campus de refugiados” se estabeleceram como um pequeno Tibet, construíram escolas, templos mas os refugiados têm uma vida difícil sobrevivendo basicamente do artesanato vendidos aos turistas.

Um dos galpões de exposição do artesanato tibetano

 

O templo Jampaling ao pôr do sol no Campo de refugiados interior de um dos templos dos "Campos"

respeito e devoção dos monges tibetanos

Estive visitando um dos campos e, como o nepalês,o tibetano recebe a todos com um largo sorriso, falam da saudade do seu país mas são agradecidos ao governo do Nepal tê-los recebido.

O Lago e os Annapurnas , símbolos de Pokhara Sua magestade.............a montanha

 Pokhara é uma cidade mágica mesmo para aqueles que não fazem a caminhada pelas montanhas. Estimula o imaginário de todos, desperta, em cada um, o espírito aventureiro e memórias esquecidas de épocas atemporais.

a majestosa natureza

Aqui, nesse local a capacidade de SONHAR é potencializada e descobrimos que o sonho é possível, desde que acreditemos nisso.

O sol de põe e o dia vai dormir para dar lugar ao “descanso” da noite, nesse “santuário de beleza , onde a natureza se revela em toda a sua grandeza

N A M A S T Ê

 

 

Anúncios

Publicado em 15 de abril de 2011, em Nepal e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Very beautiful Picture weldone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: