O MAGNÍFICO PALÁCIO “AMBA VILAS” , NO SUL DA ÍNDIA

A história da Índia, com seus marajás, sultões, reis,  deixou heranças maravilhosas para a humanidade. Uma dessas heranças é sem dúvida, os seus  espetaculares  palácios.

Esse monumentos soberbos  se espalham  por toda a Índia e, diz a história , que não foram construídos apenas para satisfazer a vaidade dos reis e suas famílias, mas também pelo gosto que as familias reais tinham pela arquitetura, pelo desafio da beleza e das formas das construções, pela mistura dos estilos e porque sabiam que quanto mais suntuosos e luxuosos eles  fossem, seriam atrativos para atrair  visitantes  para suas cidades.

Entrada Ocidental do Palácio

Um desses magníficos palácios se encontra na cidade de Mysore, que  é a capital cultural do estado de Karnataka, sul da Índia ,  conhecida como a “Cidade dos Palácios”.

Os arcos de entrada para o Palácio

Guardiões do Palácio ( Guarda real)

Todavia, o termo “Palácio de Mysore” especificamente,  se refere a apenas um deles o Palácio  “Amba Vilas” , o mais espetacular de todos. O local foi a residência  da antiga família real de Mysore .Sua  construção  foi iniciada em 1897  e concluída em 1912. Atualmente é um das principais atrações turísticas da cidade dessa cidade.

O majestoso leopardo, na entrada do palácio

A arquitetura do palácio é original,  diferente de todos os outros da região. A sua construção  é   uma estrutura  de três andares de pedra cinza fina de granito, com grandes cúpulas de mármore rosa e uma espetacular torre de 145 metros,  com cinco andares.

Arco ccentral do palacio com escultura de “Gaja Lakshmi" e os elefantes

O palácio está cercado por um grande e magnífico jardim. A fachada tem sete arcos expansivos e dois menores acompanhando o arco central, que é sustentado por grandes pilares.

Os jardins do palácio

Acima do arco central  foi colocada  uma impressionante escultura de “Gaja Lakshmi” , a deusa da riqueza , prosperidade , boa sorte e abundância com os seus elefantes .

A cidade de Mysore

A cidade de Mysore é também famosa pelo  Festival de Dassara ,importante celebração do calendário hindu,  quando a cidade recebe a visita de um grande número de turistas para participar das festividades.

A procissão no Festival

Mysore também empresta seu nome ao Mallige Mysore (estilo Mysore de pintura); ao doce típico da região Mysore Pak; a Peta Mysore (um turbante de seda, tradicional da região) ; e aos belíssimos tecidos de seda , fabricados na região para confecção dos saree (roupa feminina indiana).Uma curiosidade: o  Marajá é  um estilista reconhecido e um promotor dos famosos “sarees” de seda da sua marca Royal Silk de Mysore.

O Marajá sentado no "trono de ouro" uma jóia preciosa do palacio

O Reino de Mysore foi governado pela dinastia Wodeyar de 1399 até a independência da Índia, em 1947, e a subsequente dissolução da monarquia pela constituição indiana.

Detalhes da decoração do teto do palácio

SALÃO - Mantapa Kalyana

Os Marajás de Wodeyar construíram  o Palácio “Amba Vilas” em Mysore, no século XIV, mas  por 4 vezes foi danificado e destruído.

Salão privativo do Marajá - Ambavilasa

No ano de 1807, a então Rainha-Regente de Mysore , autorizou  o arquiteto britânico, Henry Irwin, a projetar e construir outro palácio no local. Solicitou ao arquiteto um projeto que combinasse  diferentes estilos de arquitetura e assim ele fez. Pode ser descrito como uma mistura eclética de estilos indo-sarraceno, pois combina os estilos:  hindus , muçulmanos , Rajput  e Gothic.

Hoje o Palácio é a residência oficial dos Wodeyars – a antiga  família real de Mysore . O atual Marajá  chama-se Srikanta Datta Narasimha Raja Wodeyar é filho único e não tem herdeiros. Por isso uma das sobrinhas subirá ao trono, caso venha a falecer.

Um dos pátios internos

Sala dos trofeús

Uma das portas de prata maciça

Os móveis reais em exposição

O Palácio de Mysore , segundo os guias de viagem, seria hoje uma das mais famosas atrações turísticas da Índia , depois do Taj Mahal,  com mais de 2,7 milhões de visitantes por ano.

Uma das galerias com pinturas raras

 

Vista aérea do palácio

Apesar de aberto a visitação pública, as pessoas não estão autorizados a tirar fotografias no interior do palácio. Assim as fotos  aqui mostradas do interior são fotos oficiais , disponíveis para quem tiver interesse.

Um dos templos, na área do palácio

Peças em exposição no Museu do Palácio

Sala das armas

Do  complexo do palácio fazem parte ainda:  um Museu Residencial  onde estão expostos objetos, roupas, armas, jóias, contando a história da família real de Mysore bem como vários  templos.

Pavilhão dos Casamentos

Os templos também seu têm sua própria história para contar. São templos construídos  no século 14 e também os  que foram construídos recentemente. O Templo de Someshvara  dedicado ao deus Shiva e Templo Lakshmiramana , dedicado ao deus Vishnu são os mais importantes.

Templo de Lakshmiramana

Templo de Someshvara

O palácio fica todo  iluminado, aos domingos, feriados, bem como durante as celebrações do Festival “Dasara”,  quando 97.000 lâmpadas elétricas são usadas na iluminação.

A belíssima iluminação do Palácio

A entrada para o palácio é através da Thotti Gombe ou Pavilhão da Boneca, uma galeria de bonecos tradicionais dos séculos XIX e XX. O pavilhão abriga também uma bela coleção de esculturas indianas e européias e objetos cerimoniais, como a escultura de   um elefante  decorado com 84 kg de ouro.

Salão do trono de ouro

 Os cômodos  mais luxuosos e extravagantes no interior do palácio são o “Ambavilasa»  e o “Mantapa Kalyana”.O Ambavilasa era o salão para reuniões privadas do Marajá.  Esse local era usado pelo rei para audiência privada e é um dos ambientes mais espetaculares do palácio. A entrada para este imponente salão  é através de uma porta de jacarandá elegantemente esculpida de marfim que se abre em um santuário para Ganesha.

A nave central do salão é ornamentada com  colunas douradas, tetos com vitrais, grades de aço decorativa, e lustres com belos  motivos florais, que se refletem no  piso de pedras e mosaicos decorados  com pedras semipreciosas.

Um das pinturas com a imagem do atual Marajá

Arquibancadas são armadas nos jardins do palacio durante o Festival de “Dassara”

Mantapa Kalyana

O Mantapa Kalyana ou salão do casamento é um grande pavilhão octogonal com um teto de vidro multi-colorido decorado  com motivos de pavão dispostos em padrões geométricos. Toda a estrutura foi  feita  em Glasgow, na Escócia. O piso do Mantapa continua o tema de pavão com um mosaico de pavão, desenhado com azulejos da Inglaterra.

PIntura de um dos Marajás

Pinturas a  óleo, ilustrando o cortejo real e celebrações Pinturas com cenas  de anos passados, decoram  as paredes tornando mais  esplêndido o salão.

O trono de ouro, é uma peça realmente extraordinária e única. Existe no assento principal, uma escada, e o guarda-chuva todo em  ouro. Um inscrição em sânscrito, com o verso de uma  bênção, está gravada no aro do guarda-chuva, louvando a divindade Krishna .
O trono pertece a dinastia do atual Marajá de Mysoure.

O famoso Trono de Ouro

O Museu também abriga um arsenal, com uma coleção de diferentes  tipos de armas usadas pelos membros da família real. Estas incluem as armas que foram usadas no século 14 (lanças, espadas, etc), bem como as armas que foram utilizadas no início do século XX (pistolas, etc.)

O Palácio “Amba Vilas” está situado no coração da cidade e assim tem fácil acesso de qualquer parte da cidade. A grandeza e o esplendor do palácio deixam seus visitantes deslumbrados e cada um , como se voltasse no tempo, tem a  possibilidade de ter  um vislumbre do fausto e da pompa da vida dos antigos Governantes Indianos.

Anúncios

Publicado em 7 de junho de 2011, em Índia e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. pra que tanta riqueza para um homen so? se voce maraja lesse esse comentario;eu te diria,da-me um pouco do seu ouro,e eu abriria uma ong;seria uma espeçie de lar e asilo………pra que tanta riqueza para um homen so?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: