O Santuário Sikhi “Gurudwara Bangla Sahib” , em Nova Delhi

O famoso santuário  Gurudwara  Bangla Sahib  é a  mais importante “casa de culto”  Sikhi em Nova Delhi.  O Sikhismo , é  uma das grandes religiões do mundo , iniciada nos séculos  16 e 17 , na  Índia .

As cúpulas douradas

Atualmente, existe  cerca de 23 milhões de sikhs no mundo, tornando o Sikhismo a quinta maior religião do mundo. Desse total, cerca de 19 milhões  vivem na Índia.

O nome “Sikhi” vem da palavra  sânscrita  “sisya”  que significa “discípulo” ou “aprendiz”. O fundador do  Sikhismo  foi o  Guru Nanak .

A Lagoa sagrada “Sarovar”

O Gurudwara Bangla Sahib  situa-se perto do Connaught Place, um grande centro comercial de Nova Delhi  e é imediatamente reconhecível pela sua deslumbrante  cúpula dourada  e mastro alto, Nishan Sahib.

Nos jardins internos do templo existe uma espécie de  lagoa  conhecida como o “Sarovar”, cuja água é considerada santa e com poderes milagrosos de cura , pelos  sikhs .

Interior do Templo

O “Gurdwara Bangla Sahib”  era originalmente um bangalô pertencente ao Raja Jai Singh , um governante indiano no século XVII, e era  conhecido como Jaisinghpura Palace, porque estava situado em Jaisingh Pura , um bairro histórico que foi demolido para abrir caminho para a Zona Comercial de Nova Delhi,  Connaught Place .

Os belissimos corredores que contornam a lagoa sagrada

O Gurdwara e sua Sarovar ( A Lagoa sagrada, dentro do templo) são  um lugar de grande reverência para os  Sikhs  e um lugar para congregação especial no aniversário de nascimento de Guru Har Krishan .

Langar Hall (Salão de almoço)

 

Preparando o alimento

Para entrar nos templos Sikh, os visitantes são convidados a cobrir o cabelo e não usar sapatos. Voluntários  dão assistência aos visitantes, oferecendo gratuitamente  lenços para serem colocados na cabeça e local para guardar os sapatos..

O Complexo do Templo é composto de uma  cozinha, um grande lago, uma escola e uma galeria de arte .

Devoção

Como acontece em  todos  Templos Sikhs,   as pessoas, independentemente de raça ou religião podem comer na cozinha do Gurdwara (Langar Hall). O alimento é oferecido a todos os visitantes e claro, aos devotos.

 

O Langar (alimentos) é preparado por gursikhs e por voluntários que se oferecem para ajudar .O aroma   proveniente da cozinha do Gurdwara , tradição dos sikhs,  abre o apetite até daqueles que estão sem fome . Cerca de oito mil  pessoas  comem diariamente no local.

O cardápio incluiu  dal-chawal (lentilha e arroz) para Sabzi-roti (vegetal e chapatis) e kheer (pudim de arroz). O salão de refeições (  Langar Hall) está sempre repleto durante todo o dia . Qualquer pessoa pode se oferecer como voluntário para  ajudar, quer seja para cuidar dos sapatos, da cozinha ou da limpeza do templo.

Um Museu também faz parte das instalações do  Gurdwara , contando  a história da religião Sikh e guardando relíquias sagradas  . A uma curta distância funciona uma  biblioteca , que  guarda nas suas centenas de prateleiras , um vasto  acervo com  dezenas de textos sagrados, sobre religião Sikh e sua história , além de muitos livros sobre o assunto.

Todo o recinto interno do  Gurudwara e também  o Refeitório (Hall Langar)  dispõe de ar condicionado.

O Santuário, é um lugar muito especial, onde reina a paz e o silencio e que recebe todos os visitantes de braços abertos, sem nenhuma discriminação de credos ou raças

 

 

Publicado em 16 de agosto de 2012, em Índia e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. jaqueline rodrigues

    lindoooooooooooooooooo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: